Homeopatia

Médicos:

A ideia original da homeopatia remonta a Hipócrates, segundo o método terapêutico cujo princípio se basea na premissa “similia similibus curentur”, que significa os semelhantes curam-se pelos semelhantes. Ele acreditava que havia duas formas possíveis para curar as pessoas, pelos contrários ou similares. A "Alopatia" seguiu o caminho dos contrários através dos séculos, enquanto a "Homeopatia", defendeu o tratamento com similares. A Homeopatia deriva do grego “Homoeos”= semelhante e “Pathos”= sofrimento ou doença. 

A Homeopatia é uma ciência da saúde que procura estudar a causa dos sintomas da doença e não a doença, ou seja, a aplicação do tratamento actua de forma a eliminar o problema pela raiz através da identificação da sua origem. 
Estimula os mecanismos de defesa do sistema imunitário e não apresenta efeitos secundários. Os medicamentos podem ser prescritos a bebés, crianças, adultos e idosos. A sua aplicação é individual, caso a caso, ajudando o paciente a restabelecer o seu estado de saúde a nível: Mental, Emocional e Físico. 
 
ÁREAS DE INTERVENÇÃO DA CONSULTA DE HOMEOPATIA:
 
  • Homeopatia na Saúde em Geral:
Gripe, alergias, rinite, sinusite, amigdalites; artrite reumatoide, gota, enxaquecas, dores de cabeça; obesidade, asma, anemia, problemas gastrointestinais, problemas endócrinos, pele; ansiedade, insónias, depressão, hipertensão, colesterol, problemas circulatórios; osteoporose, menopausa…
 
  • Homeopatia na Saúde da Mulher:
A Homeopatia é perfeitamente segura para aplicar durante a gravidez, em mães que amamentam e para os bebés
Infertilidade e Gravidez: preparação para o parto, durante a gravidez e o pós parto. 
Constipação , hemorróidas, eclâmpsia e pré-eclâmpsia, náuseas e vómitos, dor lombar, depressão pós parto, menstruação, menopausa, problemas urinários, insónia, alergias, ansiedade, vaginite, quistos e fibromas, tireoide…
 
  • Homeopatia na Saúde da Criança:
A Homeopatia actua no fortalecimento do sistema imunitário protegendo a criança das infecções
Ansiedade, insónia, fobias e medos, infecção urinária, hiperactividade, tosse, gripe, alergias, eczema, obstipação, cólicas, amigdalite, faringite, sinusite, rinite, epistaxis, candidíase, febre, otite, dentição, bronquite, sarampo, varicela, escarlatina, psoríase, meningite, anemia, doença celíaca, gastrite, desnutrição…
 
  • Homeopatia no Desporto:
A Homeopatia é prescrita no tratamento de lesões e cuidados de saúde em geral dos atletas amadores ou profissionais
Tenossinovites, tendinites, entorse, contusão, luxação, fractura, distensão, bursite, edemas, rotura muscular, cicatrizes, artrite, artrose, ciática, lombalgia, infecções, pré e pós cirurgia, queimaduras, nutrição, doenças do aparelho locomotor em geral…
 
 
Recomendações sobre a administração do medicamento homeopático:
  • Na forma de solução líquida deve agitar vigorosamente durante uns segundos antes da sua administração.
  • Evitar colocar as mãos directamente no medicamento. 
  • Quando na forma de grânulos, comprimido, gotas, ampolas ou xarope deve colocar debaixo da língua (sublingual) uma pequena quantidade deixando actuar por breves segundos e de seguida ingerir lentamente. 
  • Quando administrar via oral deve manter a boca limpa de qualquer odor intenso como tabaco, pastilhas elásticas, álcool, elixir ou outras substâncias.
  • Administrar o medicamento cerca de 30 min depois de uma refeição ou 30 min antes de uma refeição. 
Desta forma está garantida a assimilação das propriedades activas do medicamento. A substância activa no organismo apresenta uma acção ou “forma comportamental” que, quando perfeitamente rececionada, desencadeia uma reacção a determinado tratamento e o paciente recupera a saúde.
O Infarmed é a entidade responsável pela autorização de introdução no mercado nacional dos medicamentos de uso humano, pela supervisão, fiscalização no cumprimento dos requisitos de higiene, segurança, armazenamento e fabrico dos medicamentos homeopáticos. Os medicamentos estão disponíveis apenas em Farmácias e Parafarmácias.