Naturopatia

Médicos:

A medicina natural, também chamada de naturopatia, é uma medicina complementar, que enfatiza a capacidade intrínseca do corpo para se curar e se manter. A naturopatia inclui muitas modalidades de tratamento, tendo uma abordagem holística do indivíduo. Entre os conhecimentos usados por esta especialidade, destacam-se disciplinas como: psicologia, filosofia, antropologia, gestão em saúde, morfologia humana, processos funcionais e patológicos, físico-química dos sistemas biológicos, relação parasito-hospedeiro e farmacologia. A Naturopatia estuda o tratamento das doenças, única e exclusivamente através de processos naturais, assim o corpo reage graças aos seus próprios mecanismos de defesa e de reequilíbrio, desencadeando um processo que conduz à cura 100% natural.

Os naturopatas não se limitam a tratar apenas os sintomas. Desenvolvem uma série de técnicas para encontrarem uma causa paralela à doença. No consultório, observam também a conduta emocional, o caráter e são utilizados diversos exames clínicos tais como: palpação, avaliação das unhas, pulso, observação da fala, língua, ouvidos, entre outros. Para o tratamento, utilizam recursos naturais como ervas e alimentos em vez de fármacos sintéticos. Enquanto resultado da consulta de Naturopatia, o tratamento receitado será feito tendo em conta tudo aquilo que o paciente mencionou e não apenas baseado nas suas actuais queixas. O tratamento prescrito terá sempre como principal objectivo estimular as defesas naturais da pessoa, para que seja o próprio corpo a voltar a funcionar naturalmente. As diversas componentes do tratamento, assim como as quantidades e duração são definidas para actuarem em conjunto com o corpo, corrigindo o que está menos bem, eliminando toxinas e motivando os processos metabólicos.

A Trilogia

  • Força vital – o nosso organismo possui uma força vital curativa capaz de enfrentar e de recuperar de várias doenças, ou seja, auto-equilibra-se (a esta capacidade chama-se “homeostasia”). A Naturopatia define a saúde como um estado físico, mental e emocionalmente harmonioso e não a simples ausência de dor e/ou de doença.
  • Sintomas da doença – segundo a Naturopatia, a manifestação dos sintomas de uma qualquer doença são a prova de que o nosso processo e capacidade natural de cura está em marcha, ou seja, o organismo está a libertar as toxinas nocivas e a voltar ao seu estado naturalmente saudável. No entanto, todo e qualquer sintoma deve ser seguido e devidamente tratado.
  • Tratamento holístico e natural – para além de ser 100% natural, os tratamentos prescritos no âmbito da Naturopatia são definidos tendo em conta a pessoa como um todo e com base em três aspectos fundamentais. Chama-se tríade da saúde e envolve: a saúde estrutural (uma má postura e um sistema músculo-esquelético debilitado pode prejudicar o sistema nervoso e alguns órgãos internos); saúde bioquímica (os alimentos e líquidos que ingerimos podem afectar a nossa saúde positiva ou negativamente); saúde emocional (o stress, a ansiedade, os nervos e todas as outras emoções que vivemos diariamente afectam directamente o nosso organismo).

 

Indicações:

  • Doenças crónicas e agudas
  • Anemia
  • Artrite
  • Diabetes
  • Alergias
  • Bronquite
  • Candidíase
  • Enxaquecas
  • Sinusite
  • Constipações
  • Tensão pré-menstrual / Dores menstruais
  • Menopausa
  • Osteoporose
  • Obesidade
  • Problemas de pele
  • Problemas digestivos
  • Úlceras
  • Obstipação
  • Cistite
  • Irritações do cólon
  • Má circulação
  • Recuperações pós-operatórias
  • Stress / ansiedade